News

210 mortos no campo de Gaza de onde os reféns israelenses foram resgatados: Hamas

O líder do Hamas, Ismail Haniyeh, prometeu continuar lutando após o ataque israelense ao campo.

O escritório de mídia do governo do Hamas disse que pelo menos 210 pessoas foram mortas no sábado em ataques israelenses a um campo de refugiados no centro de Gaza, de onde quatro reféns foram resgatados.

“O número de vítimas do massacre da ocupação israelita no campo de Nuseirat aumentou para 210 mártires e mais de 400 feridos”, afirmou a assessoria de imprensa num comunicado.

Isso aconteceu depois que o exército israelense anunciou o resgate de quatro reféns israelenses em Nuseirat no início do sábado, em uma operação que, segundo eles, ocorreu “sob fogo”.

O exército nomeou os reféns resgatados como Noah Argamani, 26, Almog Meir Jan, 22, Andrey Kozlov, 27, e Shlomi Ziv,

Mais cedo no sábado, os militares afirmaram num comunicado separado que as forças estavam a “mirar infra-estruturas terroristas na área de Nuseirat”.

O líder do Hamas, Ismail Haniyeh, prometeu continuar lutando após o ataque israelense ao campo.

“O nosso povo não se renderá e a resistência continuará a defender os nossos direitos face a este inimigo criminoso”, disse Haniyeh num comunicado.

O governo do Hamas havia relatado em um comunicado anterior um número de 94 mortos em Nuseirat e arredores, acrescentando que eles foram levados para o hospital dos Mártires de Al-Aqsa em Deir al-Balah.

Disse que o hospital era “incapaz de acomodar o número de mártires e feridos”, apelando à ajuda da comunidade internacional e de organizações humanitárias.

(Exceto a manchete, esta história não foi editada pela equipe da NDTV e é publicada a partir de um feed distribuído.)

Source

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button